Ao longo da sua história, a APS sempre esteve dotada de instrumentos de gestão estratégica de médio e longo prazo, com o objetivo de servirem de orientação da atividade e investimentos desta administração, baseados em pressupostos de eficácia, racionalidade e competitividade, não só ao nível do relacionamento com a sua envolvente, como também ao nível dos seus processos internos e modelo de gestão a seguir.

 

O último plano estratégico elaborado formulou a visão de posicionar o Porto de Sines entre os portos de referência na Europa e como motor de transformação da região onde se insere, considerando cinco objetivos macro:

 

1. Consolidação do Modelo de Gestão como LandLord Port  

2. Incremento da movimentação de mercadorias em 102% até 2015 

3. Afirmação do Porto de Sines como motor da atividade económica regional e nacional 

4. Desenvolver Info-estrutura portuária 

5. Aumentar a segurança marítima e portuária

 

O empenho da Administração Portuária e de toda a Comunidade Portuária alargada no cumprimento destes objetivos, permitiu obter resultados muito satisfatórios, conforme se pode comprovar no gráfico que se segue.

 

 undefined

 

Atualmente, a formulação de uma nova visão integrada e económica dos três portos que se encontram sob gestão da APS, sustentada numa boa compreensão das atuais dinâmicas de evolução do setor marítimo-portuário, bem como de articulação ao nível da gestão do território, intermodalidade e gestão dos recursos disponíveis, trazem novos desafios estratégicos que importa endereçar.